sexta-feira , 29 de julho de 2016
Últimas Notícias

Pressão faz votação do Estatuto das Estatais ser novamente adiada

Mobilização contra o projeto que ameaça as empresas públicas vai continuar; nova sessão no Senado acontece em fevereiro

Mais uma vez a pressão dos trabalhadores conquistou avanços na tentativa de barrar a aprovação do PLS 555, o Estatuto das Estatais, que ameaça as empresas públicas. Na quinta, 17, após intensa pressão sobre os parlamentares, a votação acabou sendo adiada para fevereiro de 2016.

O projeto, que altera a forma de gestão de empresas como a Caixa, BNDES, Petrobras e Correios, entre muitas outras, tornando-se sociedades anônimas, é um risco a uma nova onda de privatizações, como vem alertando a representante dos trabalhadores no CA da Caixa e diretora sindical Maria Rita Serrano. “Os movimentos sociais, a população e outros segmentos da sociedade foram excluídos dessa discussão, o que é inadmissível. Não é possível estipular regra única para empresas com características e realidades tão distintas”, aponta Rita, lembrando das várias iniciativas já promovidas pelas centrais sindicais, entidades associativas, representantes de conselhos e parlamentares para tentar barrar a aprovação do PLS, e que terão prosseguimento (leia mais sobre o assunto em artigo neste site e no facebook do Sindicato).