quarta-feira , 28 de junho de 2017
Últimas Notícias

Pela criação de uma frente em defesa dos serviços e empresas públicas

Sindicato participou ontem (18) do lançamento da campanha “Se é público, é para todos” no Congresso Nacional

Representantes do Sindicato participaram, ontem (18), do lançamento da campanha “Se é público, é para todos” no Congresso Nacional. Durante o encontro foram estabelecidas metas como impulsionar a divulgação da campanha (que já foi lançada no ABC em julho passado, com palestra de Luiz Nassif) e reunir as 200 assinaturas necessárias para criação de uma Frente Parlamentar Mista em Defesa das Empresas e Serviços Públicos no próximo mês.

O lançamento foi marcado por debate com a presença de integrantes de diversas entidades e parlamentares. Na mesa, a coordenadora do comitê, Maria Rita Serrano; o presidente da Federação das Associações dos Empregados da Caixa – Fenae, Jair Ferreira, e os diretores da Federação Única dos Petroleiros (FUP), João Moraes, e da União Geral dos Trabalhadores, Willian Roberto Louzada, além do senador Paulo Paim (PT-RS). Eles destacaram projetos do governo golpista que ameaçam as empresas e os serviços públicos, entre os quais a PEC 241, que limita os investimentos em setores fundamentais.

A ideia, agora, é que essa repercussão se estenda por várias instâncias da sociedade civil, desde associações de bairro até câmaras municipais, assembleias e o próprio Congresso, passando por entidades sindicais, associativas e sociais, como forma de informar a população e ganhar a adesão para a defesa do que é público.

“O que se valoriza hoje é a acumulação de capital, com um Estado mínimo distante das necessidades dos trabalhadores, porque o que é privado é para poucos que podem pagar, mas a grande maioria da sociedade depende de serviços e investimentos públicos. A mídia, por sua vez, age de forma falaciosa, como por exemplo quando divulga que o FGTS renderia mais nos bancos privados, quando essa taxa é fixada em lei. Sob gestão da Caixa, esse dinheiro vai para habitação popular e obras de infraestrutura, o que jamais ocorreria nos privados”, afirmou Rita Serrano, que também é diretora do Sindicato e representante dos empregados da Caixa no Conselho de Administração

Mais informações sobre a campanha “Se é público, é para todos”, que já foi lançada em 14 estados e tem apoio da Uni Finanças, entidade que reúne trabalhadores do sistema financeiro na América Latina, podem ser obtidas no site (http://www.comiteempresaspublicas.com.br/portal/comite-empresas-publicas/) e facebook do comitê (https://www.facebook.com/comiteempresaspublicas/), onde também está disponível um vídeo com a transmissão ao vivo do evento.

 

Foto da home: Augusto Coelho